A demodiciose canina, também conhecida como sarna demodécica ou sarna negra é uma doença causada com ácaros do gênero Demodex.  O Demodex é um ácaro que existe normalmente na pele e no conduto auditivo do cão, sendo transmitido da mãe para seus filhotes logo nos primeiros dias de vida, a transmissão é hereditária.

Alguns fatores predispõem o aparecimento da demodiciose, entre eles podemos citar a idade, estresse, má nutrição, verminoses e doenças debilitantes. Os filhotes são mais predispostos, uma vez que o sistema imune ainda não é totalmente eficiente, mas cães adultos em situações de estresse, doenças crônicas e imunossupressão também são suscetíveis.

Clinicamente, a doença pode ser dividida em duas formas: localizada e generalizada. A democidiciose localizada tende a ter um caráter benigno e as lesões são delimitadas e caracterizadas por áreas de alopecia e eritema principalmente nas regiões de cabeça e membros anteriores. Já a afecção generalizada é uma das dermatopatias mais severas. Apresenta-se muitas vezes com alopecia generalizada, eritema, descamação, crostas, hiperpigmentação. Quando as extremidades dos membros são atingidas, é conhecida como pododemodicose. Em casos mais graves, pode ocorrer foliculite ou foliculose severa, com exsudação e presença de bactérias oportunistas, que podem resultar na morte do cão.

O diagnóstico normalmente se baseia no exame citológico obtido de um raspado de pele, onde as formas jovens e adultas dos ácaros podem ser visualizadas e identificadas. Em alguns casos, os ácaros só podem ser identificados através do exame histopatológico.

O tratamento deve ser sempre realizado pelo médico veterinário, levando em consideração as formas localizadas e generalizadas, idade do paciente, infecções secundárias e as causas de base.

diagnostico-sarna-demodecica-centervet-hospital-veterinario

Imagem 01 – Dia 1: Consulta e Diagnóstico

Imagem 02 - Exame citológico: Lâmina – Sarna Demodécica

Imagem 02 – Exame citológico: Lâmina – Sarna Demodécica

Dia 40 - Pós tratamento

Dia 40 – Pós tratamento

Fuzi, American Bully, 10 meses.

Diagnosticado com sarna demodécica em nosso laboratório, no ato da consulta.

Evolução após 40 dias desde o dia do início do tratamento.

Dra. Cláudia Teixeira Bonisson – Especialização em Dermatologia Veterinária. CRMV-MG: 15.994